<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8680301\x26blogName\x3dcuidado+de+si\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://curadise.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://curadise.blogspot.com/\x26vt\x3d6413740273964997763', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

[256] intolerância aos famosos

Hoje encontrei à saída de sua casa a jornalista Manuela Moura Guedes. Ia pouco à vontade no seu TT. Parei para deixar que a intérprete do «foram cardos foram prosas» fizesse inversão de marcha, manobra que executou no limite das calmas. Tive de a seguir, involuntariamente, durante uma parte do trajecto: pois bem, a apresentadora do Jornal Nacional da TVI nem sequer me presenteou com um pisca que fosse aquando das numerosas mudanças de direcção que efectuou. Se fosse uma ilustre desconhecida tê-la-ia brindado com uma buzinadela, mas como é uma famosa conhecida tem direito a um post no Cuidado de si.
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

1:29 da manhã

Os famosos tambem sofrem da impedancia electrica que a carga da fama comporta...eles acabam por criar uma carapaça tão grande que se tornam quase cegos ao que os rodeia...mas sim...há famosos em relação aos quais é necessário tomar «lisolac» ...eu jantei uma vez com Amália Rodrigues...era uma Mulher muito simples e acessivel, mas pouco consegui dizer que jeito tivesse foi uma especie da concretização do ditado «pérolas a...sendo Amália a Pérola e eu o Tó...»...mas tambem falei uma vez com o Rui de Carvalho que é tão doce em pessoa como no palco...e dei um beijinho no Rui Veloso que foi muito simpatico tendo me sido apresentado por uma Amiga dos velhos tempos de Faculdade e hoje grande cantora...é sempre preciso ver que lá por serem famosos não tem que ser melhores...o mesmo se passa com o meu conceito acerca dos Padres e dos Catolicos...sou muito exigente...acho que lá por terem aderido de corpo e alma ás ideias de um Grande, Grande Homem...tem todos de ser melhores que nos os goy!    



» Enviar um comentário


Site Meter Listed on Blogwise Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License.