<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8680301\x26blogName\x3dcuidado+de+si\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://curadise.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://curadise.blogspot.com/\x26vt\x3d6413740273964997763', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

[189] os franceses são bons copains


Ora aqui está um instrumento que seria importante aplicar à realidade portuguesa para melhor a compreender. Trata-se de uma apresentação chiffrée et argumentée des modes de vie, des modes de consommation et des valeurs des Français en six grandes sections : individu, famille, société, travail, loisirs et argent.
E se alguma coisa queremos imitar dos franceses, que seja esta forma, útil, de aplicar as ciências humanas, neste caso a sociologia, à realidade nacional. Teríamos uma Portugoscopia em vez das generalizações que, amiúde, (veja-se o caso recente de Portugal, hoje. O medo de existir) algum profeta da desgraça nos propina como verdade coada pela racionalidade analítico-antropológico-filosófico-etnográfico-equemmaistivermaisacrescente...

Todos (!!) sabemos (!!) que o pessimismo é apanágio exclusivo (!!) do português, aquele tal que tem medo de existir e que não inscreve nenhum acontecimento (!!). Mas as coisas já não são o que eram. Eis que surge uma nova horda de pessimistas e de cansados de viver: os franceses!! (Alguém andou por lá e não se apercebeu!!).
Pois bem, segundo Gérard Mermet, o autor de Francoscopie 2005 : le point sur la vie et les avis des Français (Larousse), os franceses manifestam uma grosse fatigue sob a forma de uma enorme inquietude em relação ao futuro, que, no presente, assume a forma de uma autêntica crise de pessimismo. Afinal temos des copains da desgraça. Alguém se sente como nós. Se é que nós sentimos como se quer fazer crer que sentimos!
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

3:21 da tarde

No me suelo creer las Humanoscopias: no creo que seamos tan únicos como queremos hacer creer que somos; pero ¿realmente se puede resumir una nación de... 50 millones de personas así, en 300 páginas?

¿De verdad?

Blue Thing    



» Enviar um comentário


Site Meter Listed on Blogwise Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License.