<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8680301\x26blogName\x3dcuidado+de+si\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://curadise.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://curadise.blogspot.com/\x26vt\x3d6413740273964997763', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

[115] Em 2005: assinar a vida


Antes de mais desenhar uma gaiola
de porta aberta
depois desenhar
algo de gracioso
algo que seja simples
algo que seja belo
algo de útil
para o pássaro
de seguida pendurar a tela numa árvore
num jardim
num bosque
ou numa floresta
esconder-se por detrás dessa árvore
sem dizer nada
e sem se mexer...
Por vezes o pássaro chega logo
mas também pode demorar anos e anos
antes de se decidir
Não desencorajar-se
esperar
esperar se necessário anos a fio
a rapidez ou a lentidão da vinda do pássaro
nada tem que ver
com resultado final do quadro
Quando o pássaro chega
se é que chega
observar o silêncio mais absoluto
esperar que o pássaro
entre na gaiola
e assim que o fizer
fechar docemente a porta com o pincel
e depois
apagar uma a uma todas as barras
com cuidado para não tocar nas penas do pássaro
Chegado a este ponto fazer o retrato da árvore
escolhendo o ramo mais bonito
para o pássaro
desenhar agora as folhas verdes e a frescura do vento
a poeira do sol
o ruído dos insectos escondidos na erva
na calidez estival
depois esperar que o pássaro tenha vontade
de começar a cantar
Mas se não canta
é mau sinal
sinal de que o quadro é mau
mas se canta é bom sinal
sinal que podeis assinar o quadro
Então arrancareis
com grande doçura
uma das penas do pássaro
e escrevereis o vosso nome num canto do quadro.
(Jacques Prévert, Pour faire le portrait d'un oiseau)
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

» Enviar um comentário


Site Meter Listed on Blogwise Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License.