<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8680301\x26blogName\x3dcuidado+de+si\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://curadise.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://curadise.blogspot.com/\x26vt\x3d6413740273964997763', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

[10] Quando se nasce há sempre esperança


EM AULYIA,
de Véronica Murguía (Ed. ASA)
diz-se que:

Aulyia não chorou quando nasceu [...].
A menina tinha um problema na perna.
Além disso, era muito pequena;
um cachorrinho silencioso que não chorava,
um rato do deserto.
Contavam as mulheres que cuidavam dela que,
quando se aproximavam da menina durante a noite,
esta seguia os seus movimentos com o olhar.
«É como se conseguisse ver no escuro»?,
sussurravam entre si.
Os velhos, o marido e algumas mulheres perguntavam:
«- De que serve à tribo uma fêmea côxa?»
Leila, a mãe, encolhia os ombros e respondia despreocupada:
«De alguma coisa há-de servir...
e também se diz que
A menina fazia-a feliz.
Quando nos escasso momentos de lucidez
que se seguiram ao parto
viu o seu próprio rosto
desenhado naquelas feições minúsculas,
sentiu uma alegriu desconhecida
que a surpreendeu
por entre os suores e a febre.

Por vezes, a literatura «menor»
dá-nos sugestões estupendas.
A mim diz-me que
quando se nasce há sempre esperança.
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

» Enviar um comentário


Site Meter Listed on Blogwise Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License.