<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8680301\x26blogName\x3dcuidado+de+si\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://curadise.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://curadise.blogspot.com/\x26vt\x3d6413740273964997763', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

[302] em chamas e a saque

(foto: o piolho da solum)

Aquilo que se passou esta madrugada não foi «às portas de Coimbra»! Foi na cidade de Coimbra, na maior freguesia de Coimbra, Sto. António dos Olivais (quiçá, a maior de Portugal)! O que se vê na foto que postei em [297] esteve rodeado de chamas. O bairro de S. Sebastião, a Rua Brigadeiro Correia Cardoso, o Brejo, o Luzeiro, a calçado do Gato, a Nova Circular, a Casa do Sal, o Vale de Linhares, S. Romão, a Avenida Elíseo de Moura...
Um mar de chamas. E quem, como eu, ouve os relatos de familiares e amigos, não pode deixar de pensar em como é que o fogo lá chegou! Digo mais: ouviram-se alguns rebentamentos durante a madrugada nas zonas de Vale de Canas, do Dianteiro, da Cova d'ouro... (o que é que rebentava?).
E se a isto juntarmos que todas as ruas que acima mencionei são potencialmente edificáveis, sobretudo agora que existe uma Circular Nova...
Não sei se o país está só em chamas ou se também está a saque. Há quantos anos?

(foto: toca e foge)

« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

5:18 da tarde

Che!
Está a saque!
Sem réstia de dúvida!
E Coimbra foi demais, eu tambem vi o que parecia quase uma erupção vulcanica...um cenário dantesco... e se as chamas que já assolavam o país no que quase parece um plano maquiavelicamente traçado...mais uma a peça do puzzle aparece quando vemos as chamas a rodear de tão perto a terceira cidade do país zona urbana e «realmente bem dito» urbanizavel...a revolta cresce contra a classe politica e os debates de palavras ocas...o debate dialectico dos cargos administrativos, os quadros... que de facto são essenciais para traçar e autorizar as medidas concretas...temos um pais sem cabeça...ou de cabeça perdida nas politiquices de treta...no aumento de impostos ao zé povinho, nas discussoes parlamentares que se eternizam em vez de se tomarem medidas bem simples e bem á mão...todos os anos tem sido a mesma coisa...os incendios e a seca...desta vez vieram estes dois cavaleiros do apocalipse a galopar estrada fora para estranho gaudeo dialectico dos cerebros alzheimerianos daqueles que nos deviam governar.
No entanto parece que a historia de uma nação é quase como a historia de um individuo que não se trata de alguma doença que sofra...neste caso , doença mental...    



8:21 da tarde

O rebentamento podem ser simplesmente cartuchos de polvora deixados caçadores. Só uma suposição.

lucklucky    



1:16 da manhã

"Não sei se o país está só em chamas ou se também está a saque. Há quantos anos?"
Ah, essa é fácil, está a saque, há cerca de 30 anos. Os incêndios são apenas uma parte muito visível da questão. -- JRF    



» Enviar um comentário


Site Meter Listed on Blogwise Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License.